Quais são os principais riscos da família para os negócios familiares e como evitá-los.

A partir da extensa literatura sobre negócios familiares, podemos notar que existem 5 fatores principais que podem prejudicar os negócios familiares e com os quais devemos estar sempre atentos:

 

1. Nepotismo;

2. Disputas entre Gerações;

3. Conflitos sobre as Remunerações Recebidas;

4. Rivalidade entre Irmãos; e

5. Amor ao Poder.

 

Entretanto, existem medidas que podem ser tomadas pela família para evitar que tais riscos comprometam os negócios e a harmonia familiar.

 

Para se evitar o Nepotismo, deve-se estabelecer, por escrito, uma política para a contratação dos membros da família, bem como desenvolver um plano de carreira que preveja regras de avaliação, prestação de informações e mentorias periódicas. Além disso, é importante se preocupar com a educação dos membros da família, presando pelo desenvolvimento profissional de cada um, bem como abrir espaço para que talentos de fora possam complementar as qualidades dos membros da família.

 

A partir da criação de um plano de continuidade do negócio, com a definição de como as participações societárias do negócio serão repassadas, vendidas, divididas e detidas pela próxima geração, conforme o caso, é possível evitar que Disputas entre Gerações ocorram. É importante também desenvolver um plano de liderança que inclua um processo claro e objetivo para a escolha dos novos líderes do negócio da família, além de criar mecanismos para supervisão desse processo de seleção.

 

Os negócios familiares sofrem demais com as desavenças que ocorrem em razão dos Conflitos sobre a Remuneração dos membros da família. Para evitar este fator de risco, é preciso inicialmente deixar claro entre os membros da família a diferença entre remuneração do capital e remuneração do trabalho, ou seja, a diferença entre lucros e dividendos e o valor recebido por aqueles que trabalham no negócio, pro-labore/salário. Deve-se estabelecer em documento escrito a política de distribuição de lucros e dividendos, bem como a forma como os membros da família que trabalham no negócio familiar serão remunerados.

 

Quem tem irmãos sabe que desavenças sempre ocorrerão, pois existe uma Rivalidade entre Irmãos que é natural. Quando se trata de negócios familiares, tem que se ter o cuidado de definir regras objetivas para conter essa rivalidade. E como isso pode ser feito? Seguem algumas medidas que podem ser adotadas: deixar claro os papéis e responsabilidades de cada um que trabalha no negócio da família; estabelecer que os irmãos se comuniquem regularmente; nomear um terceiro neutro para ajudar a mediar a relação entre eles; e, principalmente; fazer com que os irmãos mantenham uma convivência mínima no lazer e em confraternizações fora dos negócios da família. É importante também que assuntos relacionados à empresa sejam discutidos apenas em horário de trabalho.

 

Por último, mas não menos importante, temos o risco que o Amor ao Poder daqueles que estão no comando pode trazer ao negócio familiar. Muitas vezes nos deparamos com situações em que os membros da família que encabeçam os negócios não abrem mão da posição que ocupam, não deixando espaço para as novas gerações. Assim, é importante que seja estabelecido, também em documento escrito, uma idade para que aqueles que estão à frente da gestão passem o bastão. Isso não representa a aposentadoria dos gestores da velha guarda. Pelo contrário, é indispensável para a saúde da empresa e sua continuidade que as gerações que forem deixando a gestão dos negócios assumam uma posição no Conselho da empresa, ou mesmo em algum outro órgão da administração, para que possam contribuir com o grande conhecimento que possuem da operação, orientando e acompanhando as novas gerações.

 

As relações familiares estão sempre envolvidas por emoções fortes, principalmente quando a família também possui negócios em que os seus membros estão envolvidos e, como se pode ver acima, a melhor maneira de se evitar que estas emoções atrapalhem o desenvolvimento dos negócios e a relação familiar é a estipulação de regras escritas, que podem ser consultadas sempre que eventuais problemas venham a surgir.

 

Nós, da Prospere, atuamos há 10 (dez) anos auxiliando famílias a estabelecer regras de convivência, desenvolver políticas de governança, planejar a sucessão e organizar e proteger o patrimônio construído. Estamos à disposição para ajudar você também.

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

As vantagens da tributação da produção rural na pessoa jurídica

August 7, 2019

1/10
Please reload

Posts Recentes

November 23, 2017

Please reload

Arquivo